Home
Mapa do Site
Contato
Área do Aluno

Colégio Paulista

POR QUE ESCOLHER O COLÉGIO PAULISTA?


  • Nós temos número reduzido de alunos por sala.
  • Nós trabalhamos respeitando os limites e o brilhantismo de cada aluno.
  • Nós temos professores especializados e capacitados para trabalhar com as diferenças, que sabem lidar com as dificuldades, com o regular e o ótimo.
  • Nós temos profissionais especializados: psicopedagoga e pedagoga, para orientar professores, pais e alunos efetivamente.


TUDO ISSO VOCÊ VAI ENCONTRAR NO COLÉGIO PAULISTA

HÁ 30 ANOS TRABALHANDO COM IGUALDADE 

RESPEITANDO AS DIFERENÇAS

 

Diferenciais

Números reduzidos de alunos por sala
Acompanhamento individualizado dos alunos
Aulas de inglês à partir da educação infantil
Moderna técnica pedagogica
Respeito as individualidades

Você sabia?

INDEPENDÊNCIA DO BRASIL
Após o Dia do Fico, D. Pedro tomou uma série de medidas que desagradaram a metrópole, pois preparavam caminho para a independência do Brasil. D. Pedro convocou uma Assembleia Constituinte, organizou a Marinha de Guerra, obrigou as tropas de Portugal a voltarem para o reino. Determinou também que nenhuma lei de Portugal seria colocada em vigor sem o " cumpra-se ", ou seja, sem a sua aprovação. Além disso, o futuro imperador do Brasil, conclamava o povo a lutar pela independência. O príncipe fez uma rápida viagem à Minas Gerais e a São Paulo para acalmar setores da sociedade que estavam preocupados com os últimos acontecimento, pois acreditavam que tudo isto poderia ocasionar uma desestabilização social. Durante a viagem, D. Pedro recebeu uma nova carta de Portugal que anulava a Assembleia Constituinte e exigia a volta imediata dele para a metrópole. Estas notícias chegaram as mãos de D. Pedro quando este estava em viagem de Santos para São Paulo. Próximo ao riacho do Ipiranga, levantou a espada e gritou : " Independência ou Morte !". Este fato ocorreu no dia 7 de setembro de 1822 e marcou a Independência do Brasil. No mês de dezembro de 1822, D. Pedro foi declarado imperador do Brasil. Os primeiros países que reconheceram a independência do Brasil foram os Estados Unidos e o México. Portugal exigiu do Brasil o pagamento de 2 milhões de libras esterlinas para reconhecer a independência de sua ex-colônia. Sem este dinheiro, D. Pedro recorreu a um empréstimo da Inglaterra. Embora tenha sido de grande valor, este fato histórico não provocou rupturas sociais no Brasil. O povo mais pobre se quer acompanhou ou entendeu o significado da independência. A estrutura agrária continuou a mesma, a escravidão se manteve e a distribuição de renda continuou desigual. A elite agrária, que deu suporte D. Pedro I, foi a camada que mais se beneficiou.
Como faço para matricular meu filho?
Destino Matemática
Mentes Notáveis