X FECHAR

A criança precisa ter limite, pois limites trazem segurança para ela, são fronteiras específicas para isso.

Segurança para as crianças

O limite na educação infantil

Especialistas em educação infantil tem o consenso de que criança precisa ter limite, pois limites trazem segurança para ela, são fronteiras específicas para isso. Por exemplo, basta lembrar que o feto já precisa conviver com limites ao viver dentro do útero, uma espaço seguro, onde todas as necessidades de vida são supridos.

Quanto antes os pais amadurecerem em estipular limites mais cedo na criança, maior e melhor será a vivência e experiência dela com esse tipo de situação. Vai auxiliar e muito a ela não “extrapolar”, se assim podemos dizer, em todas as fases da vida, pois é durante a infância que a criança forma sua personalidade e boa parte de seu caráter.

Uma coisa que os pais precisam saber é que o corpo da criança é o primeiro brinquedo dela. Por não saber disso, muitos deles acabam distraindo seus filhos de conhecer o próprio corpo. Por conta disso, o limite precisa ser vivenciado de maneira própria, segura e autoconfiante, produzindo uma maneira autônoma dela conhecer mais o seu próprio corpo.

Colocando Limites na Criança

Para dar limite aos filhos, os pais precisam conversar e chegar a um acordo do que eles poderão fazer ou não, assim não fica um jogo de empurra-empurra, com um passando a decisão ao outro e não decidindo nada. Se for o caso, quando a criança já saber ler e escrever, já ter um papelzinho com as regras do que ela pode ou não fazer.

Entenda que quando uma criança vê alguém fazendo algo de errado, que recebe uma repreensão, ela pode acabar repetindo o mesmo ato, mas não para desafiar, mas para experimentar se aquilo foi um problema da pessoa ou se realmente aquele procedimento é errado. A criança ainda está descobrindo o mundo, então mantenha a firmeza e coerência em seus limites. Se um dia é proibido pular na cama, que seja sempre assim para que a criança não comece a trabalhar através de "concessões", pois ela não entende o só hoje pode. É pode ou não pode.

Não ceda mesmo quando há certa liberdade em uma visita a um amigo ou qualquer outro lugar, quando, por exemplo, lá for permitido pular no sofá. A sua preocupação deve ser com a educação de seu filho, não com a permissão no local.

SOLICITE INFORMAÇÕES

Solicite, de forma rápida e fácil, informações sobre como matricular seu filho

SOLICITAR